Marketing para o mercado de alimentos e bebidas

Você sabia que o consumo em aplicativos de delivery dobrou no primeiro semestre de 2020? Portanto, existe uma gigantesca demanda por produtos e serviços nesses apps. No entanto, é necessário entender de marketing para o mercado de alimentos e bebidas se você quer entrar nessa área adequadamente.

Pode parecer que os dois assuntos não têm ligação, mas eles têm. Atualmente, o mercado de alimentos e bebidas é muito dependente dos deliverys ou, no mínimo, encontra nesses aplicativos uma ajuda substancial para sobreviver nessa pandemia e compor o faturamento depois dela. Portanto, é essencial entender como usar o marketing para o mercado de alimentos e bebidas no contexto de delivery.

Se você trabalha com uma distribuidora de bebidas em Rappi ou outros aplicativos do tipo, siga a leitura para conhecer algumas ações publicitárias efetivas para você!

Marketing para o mercado de alimentos e bebidas: 4 ações

1. Faça anúncios temáticos e temporais

Se você trabalha com a distribuição de bebidas e alimentos, deve saber que existem certos eventos que aumentam o consumo de maneira considerável. Por exemplo, o Natal, o Dia dos Pais, o Dia das Mães e outros eventos costumam aumentar o consumo de bebidas e certos alimentos.

Entretanto, existem eventos menores que também podem ser alçados a maiores níveis de importância. Por exemplo, quem trabalha com a distribuição de cerveja provavelmente já notou que quando chega perto das finais de campeonatos de futebol há um aumento no consumo de bebidas alcoólicas. Isso porque as pessoas estão se reunindo com os amigos e vendo os jogos juntos.

Por tanto, uma boa estratégia de marketing para o mercado de alimentos e bebidas é investir em anúncios temáticos e temporais para esses eventos. Por exemplo, faça anúncios que serão exibidos uma semana antes da final do campeonato dizendo: “Faltam x dias para o fim do campeonato. Já comprou sua cerveja para ver o jogo?”. Isso aumentará o número de vendas.

2. Use influenciadores a seu favor

Um dos segmentos em que os influenciadores são mais impactantes é justamente o mercado de alimentos e bebidas. Não só porque as pessoas gostam de seguir dicas de conhecidos e descobrir novas receitas, como também é muito fácil despertar desejo com base em comida.

Por isso, procure influenciadores culinários e de estilo de vida e faça parcerias com seus produtos. Peça para que eles criem receitas com os seus alimentos e bebidas ou criem eventos para consumir esses itens vendidos pelo seu estabelecimento.

3. Trabalhe com o Marketing de Conteúdo

O setor de alimentação é muito próspero para ser trabalhado com o Marketing de Conteúdo. A razão disso é que as pessoas estão sempre em busca de receitas e aprender como fazer certos pratos.

Além disso, elas sempre querem saber como montar rotinas alimentares, qual a composição de cada elemento, como combinar vinhos e outros pratos e por aí vai.

Portanto, há uma tonelada de conteúdos que podem ser produzidos para atrair os consumidores até o seu negócio e fazer com que eles se tornem clientes fidelizados da sua empresa.

Só não esqueça de investir em estratégias de construção de autoridade para poder ser encontrado na busca orgânica e produzir o melhor resultado possível. Sabendo como trabalhar as principais palavras-chave, seu fluxo de tráfego orgânico será significativo.

4. Desperte desejo via redes sociais

Lembra que dissemos anteriormente que é muito fácil despertar desejo usando a comida como pretexto? Isso porque nós somos seres majoritariamente visuais e somos facilmente influenciados pelo visual de alimentos e bebidas.

Pense, por exemplo, em uma caneca de refrigerante estupidamente gelada. Você consegue até ver o “bafo” da caneca trincando de gelada, pode ver o refrigerante cheio de bolhas. Ou então pense em uma lasanha bem cremosa, com o queijo derretendo, o molho abundante. Dá até para ver um vapor saindo dela. Esses pequenos detalhes despertam o desejo de maneira muito visceral e é difícil escapar deles.

Se você quer usar esse conhecimento a seu favor, precisa aprender como despertar o desejo dos consumidores pelas redes sociais. Os influenciadores, por exemplo, fazem isso com frequência e, portanto, são requisitados por empresas de todos os tipos.

Você pode tentar ultrapassar esse elemento no meio do caminho e trabalhar para usar a força das redes sociais (só o Facebook tem 127 milhões de usuários) para despertar desejo nos seus seguidores.

Pense como seus produtos podem ser melhor aproveitados, crie fotos atraentes e utilize-as para poder divulgá-las e impactar seus seguidores. Dependendo do material, dá até para promover os posts para alcançar mais gente.

Pronto! Com essas 5 ações de marketing para o mercado de alimentos e bebidas, ficará mais fácil controlar a sua demanda e conseguir aumentar o faturamento do seu negócio. Afinal, você conseguirá criar novos pedidos com base no seu investimento e terá resultados adequados quando isso acontecer.

Gostou do conteúdo? Então comente abaixo com a sua opinião sobre o assunto!